Fala do Associado - Otto Lobo

Essa semana, a fala do associado conversou com o associado Otto Lobo.


Ao ser perguntado sobre sua história na instituição, ele relembra de bons momentos e amizades que fez no clube.


“Passei no concurso do Banco Central em 1998 e entrei na Asbac em 1999 para jogar tênis (antes era associado da AABB). Naquela época havia somente cinco quadras de piso duro. Comecei a fazer amigos tenistas e algumas amizades continuam até hoje. Um dos melhores amigos que tenho até hoje era tenista na época, o Sérgio Barcelos, mas por não poder jogar mais, deixou de ser associado. Quero dizer que alguns associados utilizam prioritariamente o clube para praticarem esportes.

A Asbac está em um local privilegiado e tem uma estrutura muito boa, mas não estava muito bem cuidada na época que eu me associei. Lembro que muitos colegas do Bacen haviam saído para se associarem ao Iate.”

Além de associado, Otto participou de duas gestões como conselheiro administrativo. Quando perguntado sobre o período, nos dá um parecer de como foi fazer parte das gestões que participou e nos conta sobre sua visão de uma boa gestão.

“A Asbac é um clube de grande porte, com cerca de 120 funcionários das mais diversas formações e que atuam em funções que devem estar integradas e harmônicas para oferecer os melhores serviços aos associados e usuários. Exige muita dedicação e capacidade de trabalho do presidente executivo, que também deve ter liderança e poder decisório. Como gestor, passei por duas administrações com visões complementares e me identifiquei bastante com a atuação da última gestão. O que difere o bom gestor de um gestor mediano é sua capacidade de buscar informações relevantes para escolher as melhores decisões, além da honestidade e seriedade com os recursos geridos.


Ser reconhecido como alguém que contribui para melhorar a Asbac nos aspectos estruturais e de serviços de forma voluntária e utilizando os recursos com responsabilidade é gratificante.


As reuniões de CA são bastante ricas em experiências para os gestores, pois apresentam a visão de quem está atuando no dia a dia, na execução de atividades do clube, e a visão estratégica de esfera decisória.”


Para o futuro, ele nos conta o que gostaria de ver em nossa associação.


“Gestão profissional por parte da executiva e do CA para que a Asbac se mantenha entre os clubes mais bem equipados e bonitos de Brasília. Como sugestão de melhoria, a execução do projeto de sauna no prédio Minhocão e busca de parceria na área privada para cobrir quadras de tênis.”




72 visualizações0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo